Personagem Pepe Le Pew é criticada por “contribuir para a cultura de violação”

No novo filme “Space Jam: A new legacy” a personagem Pepe Le Pew não vai entrar. A notícia já está a gerar muita polémica. O primeiro filme dos Looney Tunes estreou em 1996.

O segundo filme vai estrear em julho deste ano e a personagem, a cima mencionada, já não vai fazer parte. Tudo isto começou quando um colunista do jornal “New York Times”, Charls M. Blow, acusou Pepe Le Pew de ser “sexista”, uma vez que a personagem faz uma representação de galãs românticos, que estão constantemente a abraçar e a seduzir as suas potenciais conquistas.

No Twitter, o colunista admitiu que “estão zangados porque disse que Pepe Le Pew está a contribuir para a cultura de violação. Vamos ver. Ele agarra/beija uma mulher desconhecida, sem consentimento e contra a sua vontade; ela luta para se afastar dele, mas ele não a larga; ele tranca uma porta para a impedir de fugir”.

A par desta situação, também, o segundo filme também já está a ser muito comentado, porque Pepe, surge como empregado de um bar, tenta seduzir uma das clientes, que lhe atira com uma bebida e lhe dá uma estalada.

Depois do comentário de Charls M. Blow, mais críticas foram feitas. Contudo há quem avance que a personagem já tinha sido eliminada do filme antes mesmo das acusações.

Notícias relacionadas