Pessoas recuperadas da Covid-19 vão fazer parte da segunda fase de vacinação

Os indivíduos que contraíram Covid-19, mas que já recuperaram, vão constituir a segunda fase de vacinação, estando a norma a ser elaborada pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), assegurou, este sábado, o coordenador da task force do plano de vacinação.

O vice-almirante Henrique Gouveia e Melo disse ter havido uma “alteração de conceito” e, neste sentido, ficou decidido que os recuperados vão ser vacinados nesta segunda fase, depois de uma uma visita ao centro de vacinação de Gondomar, no distrito do Porto,

“Na primeira fase havia escassez de vacinas e, considerando que as pessoas recuperadas estavam de alguma forma imunizadas, o que se fez foi concentrar as vacinas onde eram mais necessárias”, explicou.

O vice-almirante acredita, também, que “não ser vacinado significa ser um em 600 portugueses que no ano passado morreu, se a pessoa quer estar nesse ‘totoloto’ acho que não é uma boa solução”.

Sobre os receios das pessoas em serem vacinadas com a vacina “a ou b”, porque causam “este e aquele problema”, Henrique Gouveia e Melo frisou que acontece “um caso em um milhão”, “muito diferente de um caso em 600”.

Alertou ainda para as pessoas perceberem de que lado querem estar e que não vacinar não significa estar “numa bolha isolada e conseguir fugir ao problema”.

FONTE: Público

Notícias relacionadas