Pinto da Costa reage à final da Champions no Dragão e critica “vergonha” em Lisboa

O presidente do F. C. Porto demonstrou, esta quinta-feira, a felicidade com a confiança depositada na estrutura do clube para organizar, num curto espaço de tempo, a final da Liga dos Campeões no estádio do Dragão, mas não poupou nas criticas à festa do Sporting e à decisão de deixar que haja público na bancada na última jornada da Liga, por adulterar “a verdade desportiva”.

“Foi com muita satisfação que tomei conhecimento que a UEFA marcou a final da Champions para o dia 29 de maio aqui no Estádio do Dragão. É uma prova de confiança na estrutura do Futebol Clube do Porto, porque não é fácil [organizar] em tão curto espaço de tempo – só hoje tivemos a confirmação oficial que o evento será realizado no nosso estádio. É uma confiança total na nossa estrutura e tenho a certeza que tudo irá correr da melhor forma”, começou por dizer em declarações à FC Porto TV.

“É importante para o FC Porto, para o futebol português, para a cidade, e para o próprio país. Demonstra que em Portugal se consegue realizar grandes eventos mesmo em pandemia, e depois da vergonha que se assistiu em Lisboa há dois dias, é necessário desmanchar essa má imagem que Portugal deu, que as autoridades em Lisboa deram, pois permitiram que houvesse aquela cena degradante em termos de defesa da saúde pública. Tudo isto é possível porque a Federação Portuguesa de Futebol, nomeadamente o seu presidente, tem um grande prestígio na UEFA e, portanto, quando avalizam a realização desta prova aqui é porque conhecem bem o FC Porto. Estou certo de que tudo decorrerá da melhor maneira”, disse ainda o líder do emblema azul e branco.

Fonte: OJogo

Notícias relacionadas