Relatório de Contas de Gaia aprovado por maioria

camara gaia

A Câmara Municipal de Gaia aprovou por maioria o Relatório de Atividades e Conta de Gerência de 2020.

A Câmara de Vila Nova de Gaia encerra o ano de 2020 com 92,5 milhões de euros em dívida, transitando para o ano corrente com um saldo positivo de 3,7 milhões de euro. O relatório de contas foi aprovado com nove votos a favor da maioria PS e dois contra do PSD.

Segundo Eduardo Vitor Rodrigues, presidente da autarquia, este documento demonstra o “maior investimento em obra de rua alguma vez existente no concelho e do maior volume de investimento nos domínios do imaterial”.

Foram investidos 10.8 milhões de euros em construções de viadutos, arruamentos, obras complementares, reabilitação da rede viária, viação rural, parques e jardins, reabilitação de Vila d’Este, entre outros.

Segundo o autarca, existem outros investimentos feitos que se declinam sobre a área dos transportes  (7,5 milhões) e dos edifícios, como escolas, instalações desportivas e recreativas e instalações de serviços (6,4 milhões).

Em comparação ao ano de 2019, regista-se um saldo positivo menor, declínio justificado pelos investimentos feitos face à pandemia por Covid-19.

Para Eduardo Vitor Rodrigues, as contas de 2020 “mantêm-se equilibradas e no verde” e que “isso foi possível sem restringir nada e levando até à exaustão a capacidade de intervenção no domínio do apoio às famílias e empresas num ano de incertezas”.

O autarca refere, ainda, que “os próximos anos serão de reforço das despesas correntes do Município”, afirmando que há muita coisa que deveria ser chamado de investimento social, de modo a “separar a despesas correntes mais básicas e rotineiras do investimento, que também é despesa corrente, mas que tem a ver com apoio às escolas, jovens, seniores, ou seja, despesa ao serviço dos cidadãos”

Notícias relacionadas