Homem detido em Espinho por violar mulher com deficiência cognitiva

Um homem, de 52 anos, foi identificado e detido pela Polícia Judiciária pela presumível autoria de crime de violação de pessoa incapaz de resistência, em Espinho.

O crime terá ocorrido no passado domingo, dia 12 de setembro.

“O arguido, fazendo uso da sua experiência de vida e ascendente sobre uma mulher, aproveitando-se do facto de a vítima ser portadora de deficiência cognitiva, convenceu-a afastar-se de casa e levou-a para uma zona erma, onde decidiu submete-la a práticas sexuais, com violência” refere a PJ em comunicado.

Após a comunicação dos factos, a PJ desenvolveu diligências que “permitiram recolher indícios seguros da prática dos referidos crimes e respetiva autoria, e que culminaram com a detenção do agressor.”

O detido, de 52 anos de idade, sem antecedentes criminais, será hoje presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Notícias relacionadas