Pais de alunos revoltados com vídeo obscenos de professor na internet

Um professor da escola Secundária Éça de Queirós, na Póvoa de Varzim, ter-se-á gabado de não ser vacinado, e sugeriu aos alunos que o seguissem no YouTube, onde publica vídeos nu, a lavar-se num bidé, de cuecas, em frente ao espelho, e a dizer frases de cariz sexual.

Os encarregados de educação fizeram queixa do professor e exigem medidas, designadamente a substituição do professor, que leciona Economia e Direito ao 12.º ano, e que “não está em condições”.

Imagens TVI

Notícias relacionadas