PSP trava gang violento que fez 34 assaltos a no Norte do País

Três homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre 27 e os 69 anos, foram detidos pela PSP do Porto por suspeita de 34 assaltos a bombas de gasolina, restaurantes e cafés, desde o início do ano. O grupo roubava máquinas de tabaco e raspadinhas.

Os três elementos masculinos do gangue eram cadastrados por outros crimes no concelho de Gondomar, crimes esses onde recorriam ao uso de armas de fogo. Segundo o que foi possível apurar, dois dos suspeitos cumpriram recentemente dez de doze anos de uma pena de prisão, na cadeia de Custóias.

O método utilizado pelo gangue para cometer os crimes era a troca de matrículas em automóveis por eles furtados.

Atuaram, desde o início do ano, em diferentes 16 localidades de cinco distritos: Porto, Aveiro, Cacia, Cinfães, Oiã, Mealhada, Esmoriz, Espinho, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Caminha, Viana do Castelo, Paredes, Barcelos, Guimarães e Águeda. Arrombavam as montras ou as portas das lojas, recorrendo aos carros roubados, a marretas, cintas e ganchos.

A operação realizada na terça-feira envolveu 70 elementos de diferentes valências da PSP e com colaboração da GNR, que realizaram 15 buscas domiciliárias. Foram apreendidos 11 mil euros, assim como centenas de raspadinhas, armas de fogo de elevado calibre, um cofre, material usado nos assaltos, perto de 400 maços de tabaco e outros bens roubados.

Notícias relacionadas