Reiki ajuda doentes oncológicos em Penafiel

Consultas gratuitas de psico-oncologia também fazem parte do projeto que já conta com 50 usufruidores.

O cancro traz mudanças físicas e todo o processo de tratamento gera medo, ansiedade, stress, depressão, insónias, perda de autoestima e dor física e mental. Com a ajuda destas sessões de reiki e consultas totalmente gratuitas de psico-oncologia, já são cerca de 50 doentes, em Penafiel, a notarem melhorias. Neste projeto, os doentes sentem-se mais calmos, relaxados, positivos e pensam mais em si mesmos, já havendo relatos de pessoas que conseguiram deixar os antidepressivos.

Helena e Florbela, ambas com 41 anos e lutadoras contra o cancro da mama, admitem que a doença as deixou muito em baixo e precisavam de ajuda para terem outro espírito de encarar a situação.

Há 10 anos, as duas pequenas filhas de Helena Mateus, fizeram com que se agarra-se à vida e lutasse contra o cancro. Com a retirada do peito e meses de tratamentos, revela que sentiu muito sofrimento. Continuou, sempre com medo, e, recentemente, teve de regressar à quimioterapia por causa de uma metástase na coluna. Começou assim, a ser acompanhada no IPO do Porto e depois pelo gabinete de Penafiel.

Autoestima

“As consultas fazem-me mesmo muito bem. Prefiro isso a qualquer comprimido Faz-me bem desabafar. Falar com a família é mais difícil”, relata. Também tem acesso às sessões de reiki que a fazem ficar “muito mais calma”. “Melhorei muito. Ganhei autoestima. Neste momento, deixei os comprimidos antidepressivos”, remata.

A sua avó e a sua mãe faleceram de cancro. Quando ela própria percebeu que tinha um nódulo no peito e recebeu o diagnóstico, não esconde que tudo lhe passou pela cabeça. Devastou-a o medo de deixar a filha, com Síndrome de Down, de quem é cuidadora, mas foi também ela que lhe deu as forças para lutar.

“Com os tratamentos fiquei com o corpo muito diferente, fiquei sem cabelo, e fui-me muito abaixo em termos mentais e de autoestima. Andava sempre muito triste e tinha crises de choro. Mas quando comecei a vir ao reiki e à psicóloga notei logo diferenças em termos mentais”, admite.

Nuno Nunes, formador e terapeuta de reiki no núcleo de Penafiel, assegura que os relatos dos benefícios em doentes e familiares são bastantes. “O reiki faz bem ao nível do bem-estar mental e emocional dos pacientes. No IPO há reiki há muitos anos. As pessoas quando fazem quimioterapia podem fazer uma sessão de reiki antes, para se sentirem mais calmas, ou podem fazer depois para ajudar a reduzir efeitos como as náuseas ou para ajudar a dormir melhor”.

Proximidade

O gabinete de psico-oncologia e as sessões de reiki para doentes com cancro e familiares, surgiram através de protocolos com a Liga Portuguesa contra o Cancro e a Associação Portuguesa de Reiki, para dar resposta a necessidades sentidas pela Câmara de Penafiel. “Estes tratamentos eram sobretudo no Porto. Há quem não tenha retaguarda familiar e tenha de ir de transportes públicos. Este gabinete veio criar maior proximidade, permitindo aceder aos tratamentos, e o Reiki complementa e ajuda com a autoestima e os efeitos colaterais”, salienta Daniela Oliveira, vereadora da Saúde. Para Nuno Nunes, terapeuta, os cuidadores “às vezes não têm tempo para eles” e as sessões de reiki podem ajudar a dar mais motivação e a ter menos ansiedade.”

Notícias relacionadas