Metrobus vai ligar a rotunda da Boavista à anémona de Matosinhos

O Metrobus vai unir a Casa da Música, na Boavista à rotunda da Anémona, em Matosinhos. O anúncio foi feito no dia de ontem, pelo ministro do Ambiente, Matos Fernandes na sede da Metro do Porto.

O MetroBus, ou Bus Rapid Transit (BRT), apresentará 8 estações entre a Casa da Música e a Praça do Império, num total de 4,2 quilómetros. Os autocarros movidos a hidrogénio verde, terão uma frequência de passagem de 10 em 10 minutos.

O plano inicial apenas previa a ligação da Boavista à Praça do Império, mas uma folga no orçamento permitiu a extensão até Matosinhos, com passagem pelo Castelo do Queijo.

De acordo com Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, que também marcou presença na assinatura do contrato, as árvores do eixo central da Avenida Marechal Gomes da Costa vão manter-se intactas.

No cruzamento entre as Avenidas da Boavista e da Marechal Gomes da Costa será construída uma nova rotunda, que permitirá encaminhar os veículos para a Praça do Império ou para a zona de Matosinhos.

Esta extensão, até à Anémona, será de 3,95 quilómetros e contará com cinco estações: Antunes Guimarães, Garcia da Horta, Nevogilde, Castelo do Queijo e rotunda da Anémona.  

O investimento está coberto a 100 % pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e contará com 12 veículos, no valor de 66 milhos de euros, incluindo o material circulante e o posto de abastecimento e produção de hidrogénio.

Rui Moreira afirma que esta extensão servirá a comunidade estudantil da escola Garcia de Horta, mas também todos aqueles que se deslocam até ao Parque da cidade e à zona das praias.

O arranque de obras da empreitada na linha Boavista/Império está previsto para o terceiro trimestre deste ano. É também neste período que será feito o lançamento do concurso público para a extensão até à Anémona de Matosinhos. O prazo final, para colocar o MetroBus na estrada termina em dezembro de 2023.

Notícias relacionadas