Putin ameaça com ataques “relâmpago” em caso de ingerência estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque “relâmpago” a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia.

“Se alguém, insisto, se estiver a preparar para interferir nos acontecimentos em marcha e criar ameaças estratégicas inadmissíveis para a Rússia, deve saber que os nossos ataques de resposta serão relâmpago, rápidos”, assegurou Putin durante uma intervenção perante o Conselho de Deputados, em São Petersburgo. “Dispomos de todos os meios para tal”, acrescentou, referindo-se ao novo míssil hipersónico, já testado, com capacidade para atingir território da Europa ocidental e dos Estados Unidos. Trata-se, segundo Putin, de um tipo de armamento que “neste momento, ninguém se pode gabar” de ter. Sublinhou ainda que a Rússia não se vai gabar e sim usá-los se necessário e que quer que todos o saibam.

O líder do Kremlin voltou a acusar o Ocidente de transformar a Ucrânia numa “anti-Rússia” e de pressionar Kiev a combater com o seu vizinho do norte. Para além disso, ainda acusou o Ocidente de atacar a anexada península da Crimeia e a região do Donbass e de possuir armas nucleares e ter em funcionamento laboratórios para produção de armas químicas e biológicas.

Notícias relacionadas