“Via intermédia” pensada por Gaia, Porto e Gondomar retirará 30.000 carros por dia da VCI

O presidente da Câmara de Gaia adiantou que a concretização de uma “via intermédia”, que está a ser pensada com o Porto e Gondomar, retiraria da Via de Cintura Interna (VCI) 30.000 automóveis por dia.

“Esta solução retiraria 30.000 automóveis por dia de toda a VCI”, reafirmou Eduardo Vítor Rodrigues aos jornalistas no final da reunião pública do executivo municipal.

Atualmente, a sobrecarga de trânsito na VCI é enorme, salientou, acrescentando que a cadência de pesados é “absolutamente inacreditável”.

O autarca, juntamente com os homólogos do Porto e de Gondomar, espera apresentar ao Governo de António Costa, até ao final do ano, a proposta da “via intermédia”, que implica a construção de uma nova ponte.

Na sua opinião, a “via intermédia” é algo “absolutamente plausível”.

E vincou: “não é nenhuma nova autoestrada, nada disso, é cozer a malha urbana”.

Eduardo Vítor Rodrigues recordou que os municípios envolvidos estão em fase de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) e que, o que não ficar contemplado, não se poderá fazer no futuro.

“Portanto, a nossa obrigação é lançar pontes e estratégias que possam ficar acauteladas nos instrumentos de planeamento”, frisou.

Os três objetivos fundamentais para melhorar o funcionamento de toda a VCI estão identificados: redução do número de veículos pesados, redução do número de acidentes com e sem vítimas e melhoria dos níveis de serviço da infraestrutura viária, concluiu.

Notícias relacionadas