Homem detido em Gaia para cumprir pena de prisão de mais de nove anos

A GNR deteve na sexta-feira, em Gaia, um homem para cumprimento de nove anos e dois meses de prisão, por crimes de falsificação de documentos e condução sem carta, que já tinha fugido para o estrangeiro, foi esta segunda-feira revelado.

Em comunicado, o Comando Territorial do Porto da GNR conta que o detido irá cumprir nove anos e dois meses de prisão efetiva por nove crimes de falsificação de documentos e 23 crimes de condução sem carta.

Segundo a GNR, a localização do homem, de 33 anos, decorreu no âmbito de dois mandados de detenção para cumprimento da pena, tendo o detido sido conduzido ao Estabelecimento Prisional do Porto.

O arguido “colocou-se em fuga para fora do país, tendo regressado no passado mês de junho, utilizando duas matrículas falsas em veículos, para não ser detetado pelas autoridades policiais”, descreve a GNR.

A par da detenção, esta guarda militar apreendeu dois carros, um catalisador, quatro telemóveis, duas chapas de matrículas, um comando de uma garagem e dois bancos de viaturas.

Por Lusa

Notícias relacionadas