FC Porto vai expulsar de sócio o autor de ataques à família Conceição

O carro da família do treinador do FCP foi atacado no final do jogo contra Club Brugge, para a fase de grupos da Liga dos Campeões, esta terça-feira. No carro conduzido por Liliana Conceição, mulher do técnico, seguiam ainda dois filhos do casal: Rodrigo, de 22 anos, e Moisés, de 21.

O diretor de comunicação e informação do clube, Francisco J. Marques, em declarações, referiu que estão “a prestar todo o apoio a Sérgio Conceição e já se apurou que, pouco tempo antes destas pedras terem sido arremessadas contra o carro, Rodrigo Conceição recebeu uma mensagem ofensiva e insultuosa de alguém que estaria no estádio. Na mensagem percebe-se quem é e já foi entregue às autoridades, mas nós não sabemos se é essa pessoa que comete a agressão. Há imagens que já foram cedidas às autoridades, nas quais se vê a pessoa a fazer que faz isso. Mais tarde ou mais cedo, vai ser possível a polícia a identificar o autor ou autores”.

“O que aconteceu foi muito lamentável e grave. Foi um ato selvagem e cobarde. Agredir com pedras a viatura onde vai a esposa e filhos do treinador, é absolutamente inconcebível”, continua dizendo o diretor de comunicação do clube.

Afirma ainda que “a esposa (Liliana) de imediato apresentou queixa, as autoridades na altura não deram a devida atenção, mas a queixa foi apresentada”.

“O FCP está a fazer a sua averiguação. Se a pessoa ou pessoas que foram responsáveis por isto forem sócios, serão alvo de processo disciplinar para serem expulsas de sócias, de acordo com o regulamento do clube. Estes atos não são aceitáveis na família portista”, conclui.

Notícias relacionadas