Quatro viaturas e três caixotes do lixo incendiados em Mirandela

A corporação de bombeiros de Mirandela foi chamada ao longo da última noite para cinco situações distintas de incêndio em viaturas e caixotes do lixo na cidade e aldeias vizinhas deste concelho do distrito de Bragança.

O comandante da corporação, Luís Soares, disse esta quarta-feira à Lusa que as ocorrências começaram por volta das 22h38 e terminaram às 05h27 com um balanço de quatro viaturas e três caixotes do lixo incendiados.

A primeira chamada foi para um veículo a arder na Zona Verde da cidade de Mirandela e cerca de um hora depois (às 23h55), um segunda chamada para outra viatura em chamas, mas no acesso ao cemitério novo, segundo disse.

Pouco depois das duas da manhã, os bombeiros de Mirandela voltaram a acorrer a outra viatura em chamas na zona verde da cidade.

Às 03h03 a chamada foi para a aldeia do Franco, onde os bombeiros se depararam com o reboque de um camião, carregado de garrafas de vidro, em chamas.

De acordo com o comandante, o condutor encontrava-se a descansar no camião, no estacionamento para pesados existentes no local, quando se apercebeu do fogo e conseguiu salvar a parte da frente do veículo.

Depois das cinco da manhã, o alerta chegou da aldeia de Vila Nova das Patas, onde os bombeiros apagaram as chamas em três caixotes do lixo que se encontravam em zonas diferentes da localidade.

A PSP divulgou também na manhã desta quarta-feira um comunicado a dar conta de que recebeu a participação de “duas viaturas incendiadas na via pública” na cidade de Mirandela, que é da competência desta polícia, enquanto a área rural está sob a alçada da GNR.

A PSP esclarece que “embora as causas estejam por apurar, por haver suspeitas da intervenção de terceiros na origem dos incêndios, preservaram-se os locais e foi contactada a Polícia Judiciária (PJ)”, que está agora a investir todas as ocorrências da última noite em Mirandela.

Por LUSA

Notícias relacionadas