Morreu o menino que só queria ser enterrado ao lado da mãe

Morreu esta segunda-feira Filip Kwansy, o menino de sete anos que se tornou notícia devido ao seu último desejo. Após ter sido diagnosticado com leucemia e os médicos darem por concluído que só lhe restava ser submetido a cuidados paliativos, a criança pedia apenas para ser enterrada ao lado da mãe.

Para que tal acontecesse, o pai teria de dispor de dinheiro suficiente para transportar o corpo do hospital onde Filip se encontrava no Reino Unido para a Polónia, onde está o corpo da mãe.

Piotr Kwasny, o pai, criou uma campanha de angariação de fundos que visava cobrir os custos do funeral (cerca de 6.500 libras).

O objetivo foi amplamente ultrapassado e as doações atingiram as 41 mil libras, o equivalente a 47 mil euros.

“O meu menino partiu. Haverá sempre um vazio no meu coração. Mas ele nunca será esquecido e será eternamente amado”, disse ao Metro UK o pai de Filip Kwansy, aproveitando para agradecer a todos os que o ajudaram a concretizar o último desejo do filho.

Notícias relacionadas

Leave a Comment