Marcelo enaltece acolhimento de militares em hospital do Porto

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou hoje o polo do Hospital das Forças Armadas do Porto, onde destacou a qualidade com que são acolhidos e tratados os militares e os seus familiares.

Depois de ter já visitado o polo de Lisboa, “não diria que [a visita ao polo do Porto] é uma agradável surpresa, diria que é uma boa confirmação. A confirmação da qualidade em termos de acolhimento, da qualidade em termos de prestação de cuidados de saúde e da humanidade naquilo que é o quadro do universo militar”, destacou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas.

Segundo o Presidente da República, atendendo este hospital também os familiares de militares bem como os deficientes das Forças Armadas, esta visita foi, “além do mais, um percurso pela história dos vários utentes, pacientes”.

“E cada caso é uma história”, sustentou.

Nesta sua deslocação ao polo do Porto, que surgiu na sequência da visita que efetuou ao polo de Lisboa em junho do ano passado, acompanhado pelo ministro da Defesa e pelo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, o Presidente da República conheceu a unidade de hemodiálise, a urgência e a área da fisioterapia, nas quais contactou com utentes e profissionais que ali trabalham.

O diretor do Hospital das Forças Armadas, António Tomé, afirmou que a unidade de saúde se encontra ainda “num processo de desenvolver uma cultura organizacional mais conjunta”.

O responsável apontou a “insuficiência dos recursos humanos”, bem como “os conhecidos constrangimentos de financiamento” como fatores condicionantes, mas disse que está já “consolidada a estrutura orgânica e funcional” do hospital militar, criado em maio de 2014.

O brigadeiro-general António Tomé destacou a importância do sistema de informação já implementado que permite “criar sinergias” entre os polos do Porto e Lisboa, mas referiu que “a gestão conjunta terá que ser mais aprofundada”.

António Tomé adiantou a Marcelo Rebelo de Sousa esperar que possa ser ainda lançada este ano a construção do novo edifício no polo de Lisboa e que no início de 2018 a unidade de cuidados continuados seja lançada no Porto.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas

Leave a Comment