Álvaro Almeida anuncia criação de postos de trabalho em Campanhã

Em entrevista ontem á Rádio Portuense o candidato á Câmara do Porto, Álvaro Almeida anunciou que se vencer as eleições irá construir um empreendimento de escritórios e serviços na zona oriental da cidade a fim de criar postos de trabalho e dinamizar a referida zona.


Vários foram os pontos de conversa entre eles:
FAMÍLIA
Cidade onde todas as gerações sintam que é agradável viver;
Cidade onde se possa continuar a viver com qualidade;
Cidade que seja atrativa para morar;
Cidade que os filhos do Porto não tenham de abandonar quando atingem a idade adulta, porque aqui não encontram as condições que legitimamente anseiam;
Transformar o Porto numa Cidade saudável;

AVÓS
Novas soluções para a mobilidade daqueles que já têm dificuldade em deslocar-se;
Combater o sentimento de insegurança, para que ninguém sinta receio em sair de casa;
Cooperar com as instituições públicas, sociais e privadas da cidade, para desenvolver e alargar as infraestruturas de apoio a atividades sociais;
Melhorar os serviços de saúde e as redes de apoio social;
Trânsito
A expansão dos parquímetros por todo o lado. Há sítios em que os parquímetros fazem sentido, há outros em que não fazem. Há muitos cidadãos que preferem estacionar ilegalmente, perturbando o trânsito fora dos parquímetros, do que estacionar neles, porque o sistema de controlo é muito mais apertado nos parquímetros do que fora.
Há um problema de fundo que acha que é exemplificativo da inoperância deste executivo e até de alguma incoerência: Rui Moreira foi o cidadão do Porto que mais defendeu a linha do metro do Campo Alegre, a ligar a Baixa do Porto à Foz, passando pelo Parque da Cidade. Defendeu ativamente essa solução há dez anos, por achar que era essencial para a mobilidade, mas agora aceitou que essa linha desaparecesse dos planos do metro. É inadmissível! Ele não pode aceitar agora que isto seja ignorado pelo Governo.

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas