Vagner: MP não confirma denúncia e Boavista defende guarda-redes

Foi noticiado o envio de uma queixa anónima a denunciar um alegado aliciamento a Vagner, guarda-redes dos axadrezados.

Na sequência do jogo FC Porto-Boavista, marcado por um erro de Vagner que resultou no golo de Herrera, foi noticiado o envio de uma queixa anónima a denunciar um alegado aliciamento a Vagner, guarda-redes dos axadrezados. Contactado por O JOGO, o gabinete de Imprensa do Ministério Público não confirmou a receção da denúncia, garantindo, no entanto, que “nos últimos tempos têm sido recebidas, algumas denúncias, designadamente anónimas, relacionadas com o fenómeno desportivo e envolvendo vários clubes”. Foi ainda garantido que “o Ministério Público, sempre que tem conhecimento de factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes, procede em conformidade, encaminhando-os para investigação”.

Indignado com as mais recentes notícias, o Boavista saiu em defesa de Vagner. “O Conselho de Administração da Boavista FC, Futebol, SAD não pode deixar de se manifestar sobre as insinuações, ao que sabemos sem qualquer tipo de prova e como tal até ao momento sem base credível de sustentação, que visam o nosso guarda-redes Vagner”, escreveram os axadrezados.

O Boavista promete não voltar a pronunciar-se publicamente sobre este assunto, a não ser, se necessário, nos locais próprios e de forma incisiva e adequada contra todos os que coloquem em causa a dignidade e honorabilidade” da SAD e de quem a serve.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas