Juiz de instrução liberta os nove detidos em operação antidroga no Porto

Os nove detidos na megaoperação antidroga realizada na terça-feira pela PSP em quatro bairros da Pasteleira, no Porto, ficam em liberdade, mas oito deles têm de se apresentar periodicamente às autoridades, decidiu um juiz de instrução criminal.

A PSP, que deu hoje a informação, acrescentou que o juiz do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto fixou para o nono detido a medida de coação mínima: o Termo de Identidade e Residência.

Os suspeitos, seis homens e três mulheres, foram ouvidos no TIC durante a tarde e noite de quarta-feira.

A operação da PSP, desenvolvida na manhã de terça-feira nos bairros Pinheiro Torres, Pasteleira Nova, Pasteleira Velha e Lordelo do Ouro, envolveu mais de 150 operacionais da Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto, Corpo de Intervenção e Unidade Cinotécnica da mesma força policial.

Incluiu a realização de 26 buscas, que permitiram a apreensão de algumas armas, “quantidade substancial” de drogas e 10 mil euros, segundo fonte oficial da PSP.

LUSA

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas