Tripas à moda do Porto: Uma receita com história deliciosa

O Infante D. Henrique, precisando de abastecer as naus para a tomada de Ceuta na expedição militar comandada pelo Rei D. João I em 1415, pediu aos habitantes da cidade do Porto todo o género de alimentos. Todas as carnes que a cidade tinha foram limpas, salgadas e acamadas nas embarcações, ficando a população sacrificada unicamente com as miudezas para confeccionar, incluindo as tripas. Foi com elas que os portugueses tiveram de inventar alternativas alimentares, surgindo assim o prato “Tripas à moda do Porto”, que acabaria por se perpetuar até aos nossos dias e tornar-se, ele próprio, um…

Ler mais

Afinal, quem é o padroeiro da cidade do Porto?

O Porto teve ao longo da sua história mais de um santo padroeiro. D. Afonso Henriques quando soube que S. Vicente estava sepultado no Promontório dos Corvos, mandou que fosse trasladado para Lisboa. Depois de algumas peripécias ficou no Porto, na Sé, um osso do Santo e o Porto foi dedicado a S. Vicente. Mais tarde, S. Pantaleão vai destroná-lo e manter-se-á até ao século XX. As relíquias deste Santo chegaram no século XV e foram deixadas em S. Pedro de Miragaia e transladadas para a Sé do Porto em…

Ler mais

A lenda do fantasma da estação de São Bento no Porto

Será que este fantasma ainda percorre a estação de São Bento? A actual  Estação Ferroviária de S. Bento ocupa o espaço resultante da demolição do Convento de S. Bento da Ave-Maria no Largo de S. Bento (actual Praça de Almeida Garrett). No início do século XVI, o rei D. Manuel I, mandou construir à custa de sua fazenda, o Mosteiro da Ave-Maria ou da Encarnação das monjas de São Bento, dentro dos muros da cidade, no local chamado das Hortas do Bispo ou da Cividade que foi inaugurado no dia…

Ler mais