Homem condenado a 17 anos de prisão por matar a mulher

O Tribunal de Bragança condenou esta sexta-feira a 17 anos de prisão um homem por ter matado a mulher de 44 anos, em 2019, em Carrazeda de Ansiães, que fica também inibido de receber a herança da esposa. A pena única de 17 anos de prisão efetiva resulta do cúmulo jurídico pela condenação a 16 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado consumado em relação à esposa, e a quatro anos de prisão pelo crime de homicídio simples em relação a um homem agredido na mesma data. O arguido…

Ler mais