43 toneladas recolhidas pela Operação Tampinhas

A 15.ª edição da Operação Tampinhas, projeto promovido pela LIPOR, permitiu recolher 43 toneladas de tampinhas de plástico, que reverteram na compra de equipamentos médicos para diversas instituições.

O vice-Presidente da Câmara do Porto e administrador da LIPOR, Filipe Araújo, entregou, na última quarta-feira, os respetivos equipamentos às instituições beneficiárias no Município do Porto, nomeadamente: o Centro Social de S. Martinho de Aldoar, o Centro Social e Paroquial de Cedofeita e o Banco de Empréstimo de Bens, gerido pela União de Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos.

O valor total de venda foi de 22.800 euros. Com este montante foram comprados 106 equipamentos a doar a 35 entidades.

O objetivo do projeto “Operação Tampinhas” é receber tampinhas de plástico, que são recicladas e o valor da venda é utilizado na doação de equipamentos médicos, ortopédicos e similares.

No conjunto das 15 edições (2006 – 2019) já foram recolhidas e tratadas 847 toneladas de tampinhas e distribuídos mais de 1650 equipamentos diferentes a quase 600 instituições, num total de mais de meio milhão de euros.

As tampinhas podem ser entregues por particulares, instituições ou empresas nas instalações da LIPOR– Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto, em Baguim do Monte, Gondomar.

Fonte: Porto.

Notícias relacionadas