“Jantar” a meio do jogo provocou demissão de guarda-redes inglês

Foi um dos momentos do jogo da Taça de Inglaterra, entre o Sutton United e o Arsenal, na segunda-feira. Wayne Shaw, que pesa 115 quilos, foi filmado a comer durante o jogo, mas a brincadeira saiu cara ao guarda-redes: teve de apresentar demissão.

Durante as semanas que antecederam o jogo entre o Arsenal, da primeira divisão inglesa, e o Sutton, que milita no quinto escalão do futebol daquele país, o guarda-redes Wayne Shaw mereceu grande atenção por parte da imprensa e das redes sociais.

Tudo porque o jogador da equipa amadora, que chegou pela primeira vez aos oitavos de final da Taça de Inglaterra, apresenta todo um perfil que contraria a lógica da física futebolística. Para além dos 115 quilos, tem 46 anos de idade e é um dos jogadores mais velhos no ativo.

Nos minutos finais da partida, que o Arsenal venceu por 2-0, o jogador foi filmado a comer uma tarte, no banco de suplentes, como se estivesse num qualquer restaurante. No entanto, a brincadeira, que rapidamente se tornou viral nas redes sociais, poderá trazer problemas ao guarda-redes e à sua equipa. De acordo com o “The Guardian”, a Federação Inglesa e a a instituição responsável pelas apostas online em Inglaterra vão abrir uma investigação ao caso.

O site de apostas “Sun Bets” iniciou uma odd de 8-1 em como Shaw iria comer em direto, durante a partida. O jogador admitiu que sabia do caso, mas negou que a brincadeira foi feita propositadamente. “Eu acho que algumas pessoas apostaram. Os jogadores não podem fazer isso. Talvez alguns adeptos tenham feito”, referiu. “Tudo não passou de uma brincadeira”, concluiu.

Quem também não achou grande piada à brincadeira foi a própria equipa, que ao jornal inglês disse que Shaw já foi chamada à atenção. “A fama subiu-lhe à cabeça, mas vamos chama-lo de volta à terra. Não se preocupem com isso”, disse Bruce Elliott, responsável pelo clube.

Horas depois, chegou a notícia: Wayne Shaw apresentou a carta de demissão. “O Wayne entregou a sua carta de demissão esta tarde e ela foi aceite”, disse o treinador do clube, Paul Doswell, à Sky News, considerando este “um fim triste para uma história muito boa”.

As regras da FA proíbem jogadores de apostar em qualquer “ocorrência” durante um jogo, embora o incidente tenha ocorrido fora do campo, sem que haja ainda nenhuma indicação de que o guarda-redes tenha beneficiado diretamente da ação.

“A integridade no desporto não é uma piada”, comentou o diretor da Comissão de Apostas, Richard Watson, que explicou que o organismo vai “investigar qualquer irregularidade e perceber se o operador cumpriu as regras de integridade previstas na licença”.

Leia mais: “Jantar” a meio do jogo provocou demissão de guarda-redes inglês http://www.jn.pt/desporto/interior/jantar-a-meio-do-jogo-pode-sair-caro-a-guarda-redes-ingles-5682157.html#ixzz4ZPCuP8OW
Follow us: jornalnoticias on Facebook

 

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas

Leave a Comment