Português enganou-se na porta de embarcação e morreu afogado





A investigação à morte de um português, em agosto de 2016, quando seguia de barco em O Grove, na Galiza, concluiu o que o homem de 48 anos abriu uma porta para o exterior da embarcação, quando julgava estar a entrar na casa de banho.

J.A.M. morreu afogado a 20 de agosto de 2016, quando seguia a bordo de uma embarcação turística com cerca de 140 pessoas. Na altura, testemunhas diziam que teria ido fumar, quando caiu borda fora e acabou por ser encontrado, já sem vida, cerca das 3.15 horas do dia seguinte, junto a um molhe no porto de O Grove.

A investigação ao caso concluiu agora, revela o jornal “Faro de Vigo”, que o homem terá ido à casa de banho, mas enganou-se na porta, abrindo um acesso direto e não protegido para o exterior. No entanto, as conclusões da investigação apontam também responsabilidades ao catamarã “La Toja”, já que a saída não estava fechada à chave e não existia qualquer sinal



PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas