PORTO: São necessários 1 milhão de euros para reabilitar Igreja de Campanhã

Há 20 anos que a Igreja Paroquial de Campanhã, no Porto, necessita de uma intervenção de fundo devido ao elevado estado de degradação. O dinheiro doado pelos fiéis, nos últimos anos, tem coberto obras de superfície, que não foram suficientes.

Fernando Milheiro, pároco na freguesia há 18 anos, vai em breve apresentar um projeto à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) de financiamento para um restauro global. Precisa de cerca de um milhão e meio de euros. “Precisamos de obras urgentes e já estamos empenhados nisto há 20 anos. Não admito a hipótese de este projeto não ser apoiado. Este é o monumento mais importante na área oriental da cidade”, referiu o sacerdote, de 71 anos.

O projeto prevê a a recuperação da cobertura, paredes e teto. “Temos 50 caixotões que precisam de restauro. Este é o maior teto pintado em madeira da cidade, tem um valor incalculável”, disse ainda. Só o teto, poderá ter um custo de 250 mil €. Quanto à cobertura, que está “caduca e a meter água”, prevê-se o revestimento com betão e zinco e elevação de cinco metros. “A sacristia, que foi alvo de obras em 2004 com os últimos apoios estatais recebidos, já deixa entrar água. Chove cá dentro e quando vem estraga pinturas irrecuperáveis” afirmou.

Os paroquianos não escondem a impotência que sentem. “Está tudo a cair. O soalho está podre, o chão cheio de buracos. Mas nós somos uma freguesia muito pobre, não temos dinheiro para a arranjar sozinhos. O padre está sempre a falar disso, mas ninguém ajuda”, admitiu Maria Silva, de 87 anos, membro da comunidade paroquiana desde que nasceu.

A igreja foi edificada em 1714. A fachada e o lado direito da torre sineira são forrados com azulejos azuis. Foi saqueada durante a segunda invasão francesa.

artigo CM: https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/paroquia-precisa-de-um-milhao-de-euros-para-reabilitar-igreja-historica-no-porto

Notícias relacionadas