MAIA: Mulher que denunciou violação retirou queixa

A mulher de 49 anos que, esta quinta-feira, disse ter sido violada por dois homens no Parque Urbano Novo Rumo, na Maia, desistiu da queixa, após ter sido ouvida pela Polícia Judiciária.

A alegada vítima acabou por apresentar várias incongruências no discurso e não conseguir sustentar a sua versão dos factos, retirando a denúncia que havia feito. Acabou por se comprovar que a mulher teve relações sexuais com esses dois homens, mas com o seu consentimento.

Segundo a queixa que fez inicialmente às autoridades, a mulher tinha acabado de sair do metro, na estação do Parque da Maia e fazia o percurso para casa quando, supostamente foi atacada por dois homens, ao início da madrugada de quarta-feira.

Dizia que não teve hipótese de reação e que foi arrastada até uma zona isolada. O caso foi comunicado à PSP que passou o caso à Polícia Judiciária do Porto. O alerta foi dado à 01h30.

Após ter sido ‘atacada’, em pleno Parque Urbano Novo Rumo, a vítima correu novamente até às imediações da estação do metro, onde pediu por socorro a um homem que passava e que, posteriormente, deu o alerta via 112.

artigo CM

Notícias relacionadas