Ladrões que fugiram de tribunal do Porto detidos em campismo de Gondomar

Os três detidos que fugiram por uma janela do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, nesta quinta-feira, foram detidos num parque de campismo em Medas, Gondomar.

Fonte do Gabinete das Relações Públicas da PSP esclareceu que serão prestados mais esclarecimentos em conferência de imprensa esta noite, pelas 20h00, escusando, por agora, adiantar mais detalhes.

A PSP tinha pedido a colaboração da população na captura dos indivíduos que fugiram esta quinta-feira do Tribunal de Instrução Criminal do Porto (TIC). De acordo com o JN, terão sido encontrados na zona do Parque de Campismo de Medas após terem sido recebidas informações fornecidas por populares.

Os três suspeitos de dezenas de furtos a idosos no Grande Porto fugiram do TIC na quinta-feira, à tarde, depois de um juiz de instrução lhes decretar prisão preventiva.

Após a fuga, as autoridades policiais desencadearam uma operação de captura, alertando então que os foragidos eram considerados perigosos e estavam “potencialmente” armados.

Os arguidos são dois irmãos gémeos, de 35 anos, mais um cúmplice, de 25, com antecedentes criminais, que foram presentes ao juiz de instrução depois de terem sido detidos em flagrante delito na terça-feira em Baguim do Monte, concelho de Gondomar.

São-lhes imputados pelo menos 30 assaltos violentos, que terão rendido meio milhão de euros em dinheiro e bens, em residências de idosos na zona mais oriental do Porto e em concelhos periféricos, como Gondomar, Valongo ou Maia.

Os alvos do grupo eram pessoas com idades entre os 65 e os 95 anos.

Notícias relacionadas