Motim na prisão de Custóias leva guardas a disparar balas de borracha

Cerca de 400 reclusos, das alas A e B da prisão de Custóias, no Porto, amotinaram-se à hora de almoço desta quarta-feira.

Segundo noticiado pelo Correio da Manhã, os reclusos recusaram-se a ir para o refeitório e começaram a causar distúrbios. Os cerca de 30 guardas prisionais presentes recorreram a equipamento anti-motim e fizeram disparos com balas de borracha.

Os reclusos foram posteriormente fechados à força nas celas e acabaram por não almoçar, confirmou à mesma fonte, Jorge Alves, Presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional.

Recorde-se que esta terça-feira ocorreu também um motim na Ala B do Estabelecimento Prisional de Lisboa, com vários detidos a atearem fogo a caixotes do lixo e a atirarem vários materiais dos andares superiores.

Notícias relacionadas