PORTO – Professor AGREDIU aluno menor na face

O Supremo Tribunal de Justiça confirmou o despedimento de um professor de uma escola privada no Porto que agrediu um aluno menor na face, em plena sala de aula. Os juízes conselheiros decidiram que o ato traduziu-se numa ofensa à integridade física de um aluno, perpetrada por um professor, no decorrer de uma aula, que tem de se qualificar como “um ato grave, antipedagógico, que é repudiado pela comunidade”. “O referido ato ilícito e culposo, pela gravidade das suas consequências, torna imediata e praticamente impossível a subsistência da relação laboral,…

Ler mais

VIOLADA E ASSASSINADA – justiça já decidiu a pena

Uma adolescente de 16 anos foi violada e morta, depois de ter ingerido uma dose de medicamentos que a deixou inconsciente. O responsável pelo crime, um homem de 47 anos, foi condenado a 24 anos de prisão pelo homicídio e a 15 anos pela agressão sexual. O crime remonta a fevereiro de 2016, altura em que um indivíduo encontrou a jovem inconsciente num parque de Sevilha e se aproveitou do seu estado de saúde para a violar. Alegadamente, e de acordo com a investigação, esta terá sido a causa da…

Ler mais