Autoridades brasileiras retiram suspeita de tráfico sobre João Loureiro

Em Fevereiro, João Loureiro seguia num avião que foi apreendido com 500 quilos de cocaína ainda no Brasil e que tinha como destino Lisboa.

As autoridades brasileiras descartaram qualquer ligação do advogado português João Loureiro ao caso de tráfico de cocaína num avião, decisão saudada pelo também empresário.

Este sábado, fonte da polícia federal brasileira confirmou que João Loureiro não é suspeito no processo que envolve a apreensão de um avião com 500 quilos de cocaína, uma decisão que o jornal Nascer do Sol também divulgou, através de uma entrevista a Elvis Secco, coordenador-geral da Repressão a Drogas da Polícia Federal. “Posso adiantar que não há uma única prova que ligue João Loureiro à cocaína”, disse o responsável policial ao semanário.

FONTE: Público

Notícias relacionadas