PJ detém na Maia 4 elementos de grupo criminoso organizado

A Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Polícia Judiciária, deteve três pessoas de nacionalidade portuguesa e uma estrangeira, sobre os quais recaem fortes suspeitas de integrarem um grupo criminoso organizado que se dedicava ao tráfico ilícito de consideráveis quantidades de estupefacientes, designadamente de cocaína.

Nesta operação da PJ, que ocorreu nos últimos dias na cidade da Maia, foi apreendida uma “elevada quantidade de cocaína que, caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, seria suficiente para a composição de, pelo menos, 15 000 doses individuais”, referiu a autoridade.

Os arguidos, de idades compreendidas entre os 37 e os 51 anos de idade, foram presentes a primeiro interrogatório judicial de arguido detido perante a autoridade judiciária competente, ficando a aguardar os ulteriores termos do processo sujeitos à medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

Segundo a PJ, esta investigação continua em desenvolvimento.

Notícias relacionadas