Queima do Porto causa constrangimentos à circulação automóvel na cidade

Onde se irão sentir mais constrangimentos será na baixa da cidade, que se junta às dificuldades causadas pelas obras do metro.

A emblemática festa dos estudantes do Porto está de volta à cidade e, como tradição, arranca no primeiro domingo de maio. As várias festividades irão causar alterações no trânsito, que se vão começar a sentir já a partir do final do dia deste sábado, 30 de abril.

Estes constrangimentos vão se fazer sentir devido à Monumental Serenata, à Benção das Pastas e ao Cortejo. A Baixa do Porto será a zona mais afetada, onde também se encontram em curso as obras do metro.

A partir das 20 horas de sábado será cortado o trânsito no Campo dos Mártires da Pátria. O estacionamento será condicionado junto à Travessa de São Bento. Estas alterações acontecem devido à Monumental Serenata.

A Benção das Pastas obrigará a novos condicionamentos de trânsito no Campo dos Mártires da Pátria até às 14 horas de domingo [1 de maio].

Com o decorrer do Cortejo, várias ruas serão cortadas à circulação automóvel a partir das 10 horas de terça-feira [3 de maio]. É o caso da Rua de Camões, da Rua de Gonçalo Cristõvão, da Rua de Alferes Malheiro, da Praça do General Humberto Delgado ou da Avenida dos Aliados. As limitações de trânsito só devem terminar a partir da madrugada de 4 de maio, quarta-feira.

Notícias relacionadas