Trânsito noturno condicionado na AEP devido a instalação de painéis

A instalação de painéis de mensagem variável (PMV) na Avenida AEP, no Porto, vai condicionar o trânsito noturno na via, em várias ocasiões, nos meses de junho e julho, incluindo na quinta-feira, informou a câmara municipal.

De acordo com uma nota publicada no seu portal, a Câmara do Porto dá conta de que devido à instalação “de um pórtico com PMV de grandes dimensões”, a circulação na Avenida da Associação Empresarial de Portugal (AEP), no sentido Matosinhos-Porto (norte-sul), “será feita apenas em duas vias desde as 22h00 desta quinta-feira, dia 09, e as 07h00 do dia seguinte [sexta-feira]”.

“A continuação dos trabalhos volta a condicionar a circulação durante o mesmo período temporal na noite de dia 17 para 18 de junho. Os cortes temporários na Avenida AEP verificar-se-ão, novamente, nos dias 15 e 16 de julho”, pode ler-se no portal oficial da Câmara.

Segundo a autarquia, os condicionamentos de trânsito “terão sinalização temporária e os trabalhos serão acompanhados por elementos da Divisão de Trânsito da PSP ou pela Polícia Municipal”.

Os novos painéis de mensagem variável “estão a ser colocados em zonas de entrada e saída da cidade”, assinala a autarquia, e irão permitir “informar os cidadãos de eventuais restrições na circulação viária, produzindo um impacto imediato na redução dos constrangimentos de tráfego na cidade”.

Os PMV também irão servir para obter “dados para mensuração em tempo real da procura viária da cidade, mas também para servirem de apoio a estudos de tráfego e monitorização das condições de circulação nestas zonas”.

Nalguns locais “serão também recolhidos dados da utilização de modos suaves, nomeadamente a utilização de bicicleta”, refere a autarquia presisida pelo independente Rui Moreira.

“A instalação de equipamento deste género foi também proposta, em abril do ano passado, em reunião do grupo de trabalho constituído pelos municípios que a Via de Cintura Interna (VCI) atravessa, como uma das 27 ideias para melhorar o funcionamento daquela via”, pode ler-se na nota autárquica.

A implementação dos painéis faz parte do projeto europeu Cooperative Streets (C-Streets), que teve início em 2019 “com a modernização dos seus sistemas de gestão de tráfego e um orçamento afeto ao município superior a 2,6 milhões de euros”.

“O investimento nacional ultrapassa os 31,4 milhões de euros, este último financiado em 50% pelo programa Mecanismo Interligar a Europa – MIE (Connecting Europe Facility – CEF)”, e deverá estar concluído em 2023.

Os principais objetivos do projeto, que sucede à implantação nacional do C-Roads (Cooperative Roads), visam a “partilha e reutilização de informação, desenvolvimento de soluções de mobilidade como serviço, promoção do transporte intermodal público eficaz e acessível, redução de incidentes e acidentes, evolução do conceito de sustentabilidade e descarbonização”.

Por LUSA

Notícias relacionadas