Três anos de prisão para mulher que agrediu juíza em Matosinhos

Foi condenada a 3 anos de prisão com pena suspensa e a tratamento pedo-psiquiátrico a mulher que agrediu uma juíza e uma procuradora no Tribunal de Matosinhos. A sentença foi conhecida esta sexta-feira.

Susana Cláudia confessou em tribunal ter agredido as duas magistradas durante uma diligência de regulação de responsabilidades parentais. A arguida, de 39 anos, manifestou arrependimento e pediu desculpa às ofendidas.

As agressões ocorreram a 15 de junho de 2019, num gabinete do Tribunal de Matosinhos. Segundo a acusação, Susana Cláudia “levantou-se da cadeira onde estava sentada , dirigiu-se à magistrada judicial que presidia à desinência e desferiu-lhe um murro no rosto”.A mulher estava ainda acusada de ter colocado a mão direita na parte de trás do pescoço da procuradora, apertando-o com força. Susana Cláudia tinha já cadastro por violência doméstica.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas