GNR apreende 1.900 litros de aguardente produzida ilegalmente no Porto

A Guarda Nacional Republicana apreendeu, na quarta-feira, 1.900 litros de aguardente produzida ilegalmente, no distrito do Porto.

O suspeito, um individuo de 70 anos, “desviava a aguardente de uma destilaria legal, da qual é proprietário, para a sua habitação”. Depois de desviar a bebida, o homem vendia-a de forma ilegal, uma vez que não havia qualquer declaração e pagamento do Imposto Especial Sobre o Consumo do Álcool e Bebidas Alcoólicas (IABA) e do IVA.

O valor da aguardente chega aos 19 mil euros. A sua venda ilícita terá lesado o Estado em de cerca de 13 mil euros. 

Notícias relacionadas