Rússia promete mais mísseis contra Kyiv após ataques no seu território

A Rússia prometeu hoje aumentar a “escala dos ataques com mísseis” contra Kyiv em resposta a incursões ucranianas em território russo.

“O número e a escala dos ataques com mísseis em locais em Kyiv irá aumentar em resposta a todos os ataques de tipo terrorista e sabotagem levados a cabo em território russo pelo regime nacionalista de Kyiv”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov. A declaração, surge um dia depois de a Rússia ter acusado as forças ucranianas de realizarem ataques aéreos a edifícios residenciais em aldeias russas próximas da fronteira com a Ucrânia, que provocaram sete feridos.

O porta-voz militar disse que um dos helicópteros ucranianos utilizados nos ataques foi destruído por um míssil disparado pelo sistema de defesa aérea S-400 ao regressar à sua base na Ucrânia. Disse também que as forças russas destruíram uma instalação de produção de mísseis terra-ar na fábrica de Vizar, perto de Kyiv, com um míssil de cruzeiro “Kalibr”. Anunciou ainda que as forças russas mataram “mercenários polacos” no nordeste da Ucrânia, o que pode aumentar as já elevadas tensões entre Moscovo e Varsóvia.

“Um destacamento de mercenários de uma empresa militar privada polaca (…) foi liquidado na aldeia de Izioumske, na região de Kharkiv. Até 30 mercenários polacos foram eliminados”, disse Konashenkov.

Notícias relacionadas