Perigo máximo de incêndio para cerca de 130 concelhos do interior Norte e Centro

Cerca de 130 concelhos do interior norte e centro e quatro da região do Algarve apresentam, nesta segunda-feira, perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, estão em perigo máximo cerca de 130 municípios dos distritos de Bragança, Vila Real, Braga, Viana do Castelo, Porto, Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Santarém e Portalegre e quatro concelhos no distrito de Faro.

O IPMA colocou ainda quase todo o restante território em perigo muito elevado e elevado de incêndio rural, à exceção de duas dezenas de concelhos no litoral, num dia em que os distritos de Bragança, Vila Real e Braga estão sob aviso vermelho (o mais elevado) por causa do tempo quente.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

De acordo com as previsões do IPMA, os distritos de Bragança, Vila Real e Braga estão sob aviso vermelho por causa do calor até às 18h, enquanto os distritos de Guarda e Castelo Branco estão até à mesma hora sob aviso laranja (o segundo mais elevado).

O IPMA prevê para esta segunda-feira no continente continuação de tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de mais nebulosidade na faixa costeira ocidental e, durante a tarde, no interior Norte e Centro.

Está igualmente prevista uma pequena descida da temperatura máxima da região Centro.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 16 graus Celsius (Setúbal) e os 24º (Faro) e as máximas entre os 28 (Sines) e os 41º (Évora).

Por LUSA

Notícias relacionadas