Rui Moreira defende criminalização do consumo de drogas na via pública

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, defendeu esta segunda-feira que, apesar das salas de consumo assistido auxiliarem a “inibir o consumo” de estupefacientes na via pública, é necessário “criminalizar” quem o faz.

Numa sessão da Assembleia Municipal do Porto exclusivamente dedicada ao tráfico de estupefacientes na cidade, o presidente da autarquia afirmou que o consumo de estupefacientes na via pública, dando como exemplo o caso da escola das Condominhas, em Lordelo do Ouro, devia ser proibido.

“A polícia entende que não chega a contraordenação. É preciso criminalizar, ninguém é preso por uma contraordenação”, afirmou Rui Moreira, realçando que “hoje o consumo [de droga] está em todos os lados”.

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas