O mercado da Afurada está vivo, mas ainda há problemas

Há pouco mais de um ano, em Julho de 2017, uma promessa antiga materializou-se.

Os lojistas do mercado da Afurada, à espera de novas instalações há vários anos, puderam ocupar o novo edifício.

Diz quem lá trabalha todos os dias que o balanço deste primeiro ano, de uma forma geral, é positivo.

Porém, há arestas a limar. Virado para o Douro, de frente para os lavadouros desta freguesia piscatória de Gaia, estando os corredores do edifício aberto orientados para uma zona de entrada de vento, há um problema maior que é queixa comum entre os lojistas — o espaço é frio e propício a correntes de ar que dizem prejudicar o bem-estar de quem lá trabalha e, temem, poderá afastar clientes.

A autarquia diz conhecer a situação e estar a trabalhar numa solução. (…)

ler artigo completo no PÚBLICO, clicando neste link

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas