Área Marota do Eros Porto mostra incrível mundo dos fetiches

No Eros Porto, há lugar para todos, para os que gostam de algemas, chicotes, alfinetes e cordas ou têm especial atração por fardas, pés ou animais de peluche. O incrível mundo dos fetiches mostra-se tal como é, na área Marota, nos espaços de BDSM, Shibari, Fetiche e nos palcos eróticos, um dos quais, com artistas e shows nacionais.

Assumir as vontades, os desejos mais secretos, as fantasias que estavam escondidas é o desafio da área temática “Marota” do Eros Porto, que se realiza de 2 a 5 de junho, na Exponor, com o patrocínio da loja online portuguesa erotictoc.pt. Nesta área há lugar para todas as fantasias, com espaços dedicados a bondage, disciplina, dominação e submissão, sadomasoquismo (BDSM),
Shibari, Fetiche, Fotografia Erótica, e diferentes shows em diversos palcos eróticos, entre os quais um dedicado a conteúdos e artistas portugueses.

No espaço BDSM reinam as dominatrix, personagens femininas que exercem manipulação psicológica e física sobre os parceiros, os seus escravos, combinando prazer e sexo com poder e dor, de forma saudável e excitante. A dominatrix portuguesa Mistress Sylvia, atriz pela Genuine Films, com trabalhos na Bélgica, workshops em Itália e Espanha, e um livro lançado em Portugal e no Brasil, regressa com shows de maior nível de dificuldade, nas variantes medical e sadismo, passeios de charrete com pónei e agulhas e alfinetes.

Da Irlanda, chega, pela primeira vez, Mistress Learah Lifeshine, conhecida por ser feroz e perversa, mas também pela sua pequena estatura, que somente disfarça a confiança indomável e o controlo que exerce sobre os submissos. Perita na exploração da mente e no controlo do orgasmo, conduz os escravos a estágios de negação e recompensa.

O cartaz da BDSM fica completo com Domina Ghalia, com os seus castigos e humilhações, Amo Angelus, com demonstrações com cordas, e BDSM4Utopia, um espaço onde é possível conhecer, assistir a demonstrações e adquirir tudo o que rodeia este universo, desde chicotes, a varas, palmatórias ou mobiliário.

Das cordas e pés, aos peluches
As cordas voltam a ganhar destaque no espaço Shibari, dedicado a esta técnica japonesa que recorre a diferentes formas de amarrar o outro com cordas. Com origem na arte marcial Hojojutsu, praticada no Japãom feudal, a técnica ganhou conotação erótica no século XX, com a expansão dos conceitos de sadomasoquismo e dominação, e ganha cada vez mais adeptos em todo o mundo.

No Eros Porto, há lugar para todos, para quem gosta de BDSM ou de Shibari, mas também de outras práticas, áreas do corpo ou complementos. O espaço Fetiche convida a descobrir os prazeres de encarnar ou relacionar-se com o personagem favorito, entre polícias, bombeiros ou enfermeiras, de admirar os contornos dos pés e de outras áreas íntimas, de sentir os tacões a pisar o corpo ou o toque e os aromas das roupas de couro. Também, há lugar para saber mais sobre as sensações da atração por quem encarna o comportamento de diferentes animais ou se veste de peluche.

É tempo de tornar real a fantasia de virar modelo de uma produção fotográfica erótica, no espaço Fotografia Erótica. Para esquecer as nudes pouco sensuais ou apimentar a sua relação com uma produção a dois, o Eros Porto disponibiliza um set privado de fotografia, com fotógrafo profissional. Para quem visita, basta despir-se, de receios e de roupa, e tornar-se mais maroto ou marota.

Palco português com shows eróticos
A área Marota proporciona diferentes shows eróticos, para todos os gostos, de forma contínua, em diversos palcos eróticos, ao longo dos quatro dias do evento. Nesta edição, sublinha-se a diversidade das representações, a qualidade dos conteúdos e a inclusividade de técnicas e práticas eróticas.

Destaque, pela primeira vez, para o palco erótico português, com a apresentação de shows sensuais por
artistas maioritariamente nacionais, do Magic Moments Restaurant & Dance Club, restaurante de temática
erótica, localizado no Porto e no Algarve.

Os espetáculos de contorcionismo e de acrobacia são outros dos momentos a não perder nesta edição. A dupla Silver & Gold vem da província espanhola de Girona para surpreender com as suas acrobacias aéreas vibrantes, sensuais e de extrema elegância. Promete-se risco e emoção.

Nesta 14ª edição do Eros Porto voltam as últimas novidades do entretenimento adulto, educação sexual, artes eróticas, práticas sexuais e artigos para a intimidade, assim como os principais artistas e especialistas nacionais e internacionais. Sem Tabus, Inocente, Marota, Perversa e LGBTI são as diferentes áreas do certame, cada uma com uma oferta diferenciada, mas complementar, com os elementos essenciais para que todos possam alcançar uma sexualidade mais saudável e satisfatória.

Recorde-se que o Eros Porto 2022 realiza-se durante quatro dias, de quinta-feira a domingo, de 2 a 5 de junho, entre as 15h e as 02h, sendo que o último dia vai até às 22h. Os bilhetes diários têm o valor de 15 euros e o passe de quatro dias de 60 euros, podendo ser adquiridos online, antecipadamente, ou durante os dias do evento, nas bilheteiras, na Exponor.

Notícias relacionadas