Cartaz do S. João de Vila do Conde já confirmado

De 3 a 24 de junho, Vila do Conde conta com seis grandes concertos, a exposição de mastros, as cascatas, o desfile de Mordomas, o regresso do Festival de Novos Talentos, as Marchas Luminosas dos ranchos do Monte e da Praça e o fogo-de-artifício na grande noitada.

As festas do padroeiro da cidade regressam em força após dois anos de pausa devido à pandemia.

A festa começa oficialmente na sexta-feira, dia 3 de junho. A iluminação de S. João é ligada pelas 21h15. Às 21h30, a fadista Carminho abre, no Cais da Alfândega, o ciclo de seis concertos. José Cid sob ao palco no dia seguinte, à mesma hora e no mesmo local. Já no dia 9, é a vez de António Zambujo, no dia 10 David Carreira. Subirá ao palco do Parque João Paulo II, nas Caxinas, no dia 18 os HMB.

A 11 de junho é inaugurada, na Praça da República, a exposição dos Mastros, vindos de todas as freguesias do concelho. O Desfile de Mordomas é nessa noite na Praça Vasco da Gama.

Este ano, regressa ainda o Festival de Novos Talentos nos dias 11 e 18. Havendo visitas guiadas gratuitas para conhecer melhor as tradições de S. João da cidade.

Na grande noite de S. João, as Marchas Luminosas dos dois ranchos da cidade abrem a festa às 22 horas e o fogo-de-artifício no estuário do Ave é à 1h30 e, meia hora mais tarde, Toy anima a noite com um concerto no Cais da Alfândega.

No dia do padroeiro, há procissão à tarde e, à noite, a ida dos ranchos à praia e o espetáculo de fogo preso fecham o programa da festa.

Notícias relacionadas