Duas praias de Gaia e uma de Matosinhos entre as 53 com Zero Poluição

São 53 as praias portuguesas distinguidas com Zero Poluição, situadas em 30 concelhos de Portugal ,segundo a associação ambientalista Zero. As praias reconhecidas representam 8% do total das 643 zonas balneares que irão estar em funcionamento esta época. As praias da Aguda e Granja, em Vila Nova de Gaia e a praia das Pedras do Corgo, em Matosinhos fazem parte da lista Zero Poluição.

A associação ambientalista Zero distinguiu 53 praias portuguesas, este ano, com zero poluição, e a lista distribui-se por 30 concelhos.

 (veja aqui a lista)

As 53 praias distinguidas, representam 8% do total das praias em funcionamento esta época balnear, sendo 643 zonas balneares. A associação divulgou esta quarta-feira as praias Zero Poluição, após a abertura de mais de 190 praias.

Para ser considerada uma praia Zero Poluição, não pode se detetada qualquer contaminação microbiológica nas análises feitas às águas balneares ao longo das três últimas épocas balneares, segundo a associação Zero.

De acordo com a Zero, todas as praias distinguidas no ano passado como praias Zero Poluição, estão classificadas como praias com qualidade de água “excelente”.

São 43 as praias Zero Poluição no continente, em 24 concelhos, 6 praias nos Açores e 4 na Madeira. Os concelhos com maior número de zonas balneares Zero Poluição são Alcobaça, Porto Santo e Tavira, com quatro praias, e Faro, Peniche, Sesimbra e Vila do Bispo, com três.

As praias destacadas na zona norte, são em Esposende (Fão-Ofir e Suave Mar), Matosinhos (Pedras do Corgo), Vila do Conde (Vila Chã), Viana do Castelo (Afife) e Gaia (Aguda e Granja). O concelho de Torres Vedras teve o número significativo de praias retiradas da lista, nove praias, já Angra do Heroísmo, cinco praias.

Os dados de análise da associação ambientalista Zero foram transmitidos pela APA (Agência Portuguesa do Ambiente), responsável pela classificação das águas balneares e dados de monitorização. Nos Açores a monitorização das águas balneares compete à Direção Regional dos Assuntos do Mar e Direção Regional do Ordenamento do Território e Ambiente, na Madeira.

Notícias relacionadas