Mercadona doa mais de 17.000 toneladas de alimentos em 2020 a instituições sociais

A Mercadona doou em 2020 mais de 17.000 toneladas de produtos a cantinas sociais, bancos alimentares e outras instituições de solidariedade socialem Espanha e Portugal. Esta quantidade significa um aumento de 84% (relativamente a 2019) em doações de alimentos e outros produtos a entidades sociais, e é também consequência da atual crise de saúde e económica causada pela Covid-19.

Estas doações são o equivalente a mais de 283.000 carrinhos de compras e realizam-se através da colaboração com mais de 290 cantinas sociais, mais de 60 bancos alimentares e outras instituições de solidariedade socialtanto em Espanha como nos distritos de Portugal onde a Mercadona está presente.

Com apenas 20 lojas já abertas em Portugal, a empresa dá continuidade às políticas de ação social sustentável e de combate ao desperdício alimentar que tem vindo a desenvolver. O grande objetivo é causar um impacto positivo na Sociedade, numa relação de proximidade e entreajuda com instituições localizadas nas zonas de envolvência das lojas. Em 2020, a Mercadona doou mais de 1.200 toneladas de bens de primeira necessidade a várias IPSS portuguesas, como os Bancos Alimentares do Porto, Aveiro, Braga e Viana do Castelo, a Cruz Vermelha ou a Cáritas portuguesa. Além disso a Mercadona doa diariamente de cada uma das suas 20 lojas a uma Cantina Social.

Paralelamente, a empresa mostrou também o seu apoio através de doações adicionais durante o ano, como foi o caso das entregas realizadas aos Centros de Acolhimento Temporário do Norte para doentes Covid-19, ao exército, bombeiros e polícia; a diversos Hospitais e ao Programa de Recolocação Voluntária de Menores Refugiados chegados da Grécia. Ou ainda a doação especial de Natal em que a Mercadona comprou para doar mais de 80.000 quilos de bens alimentares, distribuídos por diversas instituições nos distritos em que estamos presentes.

Uma política de ação social sustentável integrada na estratégia de Responsabilidade Social da Mercadona

Um dos compromissos que a Mercadona mantém com a sociedade é partilhar parte do que dela recebe. Com este objetivo, desenvolve o seu Plano de Responsabilidade Social, que vai ao encontro da componente social e ética através de distintas formas de atuação sustentáveis que reforçam a sua aposta no crescimento partilhado. Além disso, a Mercadona implementou várias estratégias para evitar e prevenir o desperdício alimentar.

Juntamente com a doação de alimentos, a empresa colabora com 32 fundações e centros ocupacionais na decoração das suas lojas com murais de trencadís (mosaicos típicos do Mediterrâneo), elaborados por mais de mil pessoas com incapacidade intelectual.

Mapa de doações de alimentos em 2020

Outra linha estratégica do Plano de Responsabilidade Social é a sustentabilidade. Para tal, conta com um Sistema de Gestão Ambiental próprio, baseado nos princípios da Economia Circular e focado na otimização logística, na eficiência energética, gestão de resíduos, produção sustentável e na redução de plástico.

Nesse sentido, a Mercadona, juntamente com os seus Fornecedores Totaler, trabalha na Estratégia 6.25 para alcançar um triplo objetivo em 2025: reduzir 25 % do plástico, que todas as embalagens deste material sejam recicláveis, e ainda reciclar todos os resíduos plásticos. Desde o ano de 2011 que a Mercadona integra o Pacto Mundial das Nações Unidas para a defesa dos valores fundamentais dos direitos humanos, normas laborais, meio ambiente e luta contra a corrupção.

Notícias relacionadas